A presença dos corpos de Antony Gormley

O centro da cidade  é um grande palco de manifestações, humanas e artísticas. A cada dia nos esbarramos com a Arte e às vezes, ela se manifesta impositivamente para nós, provocando-nos. E é pela provocação que a exposição ‘Corpos Presentes’, de Anthony Gormley, prende e fascina o público, além de despertar os mais diversos sentimentos e reações.

Não faz muito tempo, uma colega chegou na sala de trabalho e disse: “Vocês viram uma estátua, na Praça do Patriarca? Colocaram um preservativo nela!” Outro colega falou: “Outro dia tinham vestido uma camisa na estátua.” Uma outra colega disse ainda: “ Fui ver a exposição e achei horrível! Me deu uma sensação de morte. Parecia a imagem do inferno!”

Bem, com tais comentários eu fiquei muito curiosa. Precisava ver e ter minha própria experiência e sensações.

A exposição ‘Corpos presentes’ está no CCBB e também em todo o entorno, ou seja está em vários lugares no Centro de São Paulo, na terra ou no ar. Sim, é isso mesmo. Estão topo de diversos edifícios. As esculturas são feitas de ferro fundido e fibra de vidro e foram moldadas no corpo do artista.

Andando pelas ruas ouvi de algumas pessoas: “Nossa! Dá a impressão que uma pessoa vai pular!”.  Ao passar pela Praça do Patriarca e olhar para o topo de alguns edifícios próximos,  pude encontrar  duas das estátuas de Gormley ‘contemplando’ a cidade no mesmo momento em que o Patriarca José Bonifácio observa o movimento das pessoas na Rua Direita. Na fotografia que tirei, dá pra ter uma ideia disso. Dêem só uma olhadinha:

Ao chegar no Centro Cultural Banco do Brasil, pude ver e ficar impressionada com as obras, e ao mesmo tempo sentir o público boquiaberto diante delas:

Seria essa a “imagem do inferno”,de que falou a colega no trabalho?

E a presença dos corpos estava retratada nas mais diversas formas, desde os fragmentos …

…passando pelo labirinto do ser humano…

… pensando nos projetos individuais…

…e também planejando os projetos coletivos.

A presença dos corpos nos desafia em nossas percepções:

Uma imagem que me chamou muito a atenção foi a de uma das estátuas estar no topo do edifício onde fica a Câmara Municipal de São Paulo. Achei de uma sutileza provocativa. Olhem só:

Gostaria de dizer  que a fotografia não está em preto e branco. No momento em que fiz o registro o dia estava muito nublado, e parecia se formar uma chuva forte, ou melhor, uma tempestade.

Entretanto a imagem que fechou esta semana, foi uma que encontrei no Uol Notícias e no G1 tirada por J.Duran Machfee/Futura Press/AE, no dia 6 de julho. O fotógrafo J.Duran registrou o momento em que a estátua de Gormley ganhara um coração. Na última quarta-feira, dia 4 de julho, o  Sport Club Corinthians Paulista conseguiu o título de Campeão da Libertadores, título inédito e invicto.  Tal resultado deixou os milhares de corações corintianos transbordando de alegria, e creio que esse foi o modo de um torcedor se manisfestar, transferindo um pouco de sua emoção para a obra de Gormley. Vejam a imagem:

Vale a pena ver a exposição.

Anúncios

2 Respostas to “A presença dos corpos de Antony Gormley”

  1. fornada Says:

    Preciso passar no centro depois da sua matéria. Beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: