Archive for maio \13\UTC 2010

Outros olhares sobre a Virada Cultural

13/05/2010

Desde 2005, acontece na cidade de São Paulo a realização de um grande evento: a Virada Cultural.  Serão 24 horas de ‘puro agito’. Cada edição da Virada Cultural é sempre inédita, porém conserva a marca que lhe é peculiar: a diversidade cultural.  Dentro da diversidade cultural há espaço para todos os gostos, e os eventos transitam entre o popular e o erudito, entre o passado e a vanguarda, entre o nacional e o internacional. Porém, o mais difícil é escolher o que assistir quando gostamos de diversas atrações, e estas acontecem no mesmo dia e horário…

A programação está disponível, clique aqui para acessar e aproveitar, pois todos os eventos são gratuitos.

Mas a cidade também disponibiliza outros eventos que podem agradar muito àqueles que preferem outros estilos. São outros olhares sobre  o teatro, o cinema e a contação de histórias, dentro desse período de Virada Cultural. Compartilho com vocês, logo em seguida, alguns dos  olhares, para que vocês também vejam, tenham o próprio olhar e  venham compartilhar conosco, com comentários e sugestões.

Um outro olhar sobre o cinema será proposto pelo Cinesesc, com o filme: Fluídos.  Segundo o jornal Estadão.com, é um  longa metragem feito ao vivo. Certamente será uma experiência muito diferente do que assistir ao filme pronto.  Serão três apresentações ao vivo. Vale a pena conferir!

Sobre o teatro podemos lançar outros  olhares e  ver  no Espaço Cultural Pyndorama,  o espetáculo: Our love.  O espetáculo  é uma provocante reflexão poética sobre o espaço urbano e as relações afetivas. Clique aqui para saber um pouco mais e se agendar para assistir.

No domingo, dia 16 de maio, dentro das atividades do Bosque da Leitura no Parque Cidade de Toronto, às 11h, acontecerá um grande encontro entre a literatura, a oralidade e as crianças de todas as idades, por meio de uma dinâmica Contação de Histórias, com a educadora e contadora de histórias Debora Kikuti. Debora Kikuti nos faz um convite: para que deixemos o imaginário nos conduzir,  e, também para que possamos nos permitir recriar outras histórias a partir das imagens e dos sons  de suas narrativas. Penso que esse é um olhar muito  rico e delicado sobre as  diversas  narrativas  e leituras que fazemos  e ouvimos.  Vamos ouvir? Depois, vocês podem nos contar…

Um super abraço!

Anúncios